MARKA DA PAZ

MARKA DA PAZ
A EMPRESA QUE MAIS CRESCE NO BRASIL. CADASTRE-SE JÁ E TENHA UMA LUCRATIVIDADE DE 100%

Blog totalmente gospel de Presidente Médici-MA

sábado, 12 de novembro de 2016

Traíra um dos peixes mais populares do Brasil. Sua pesca é feita de anzol. Saiba onde vive e qual a melhor isca!

A traíra pertence a um grupo de peixes desprovidos de nadadeira adiposa conhecido também como "Peixe Cobra".
É um dos peixes mais populares do Brasil, presente em quase todos os açudeslagoslagoas e rios. Nas regiões que oferecem boa alimentação, é comum que atinjam 69 centímetros de comprimento, e alguns exemplares excedem 2 quilogramas de peso. Sua pesca é feita de anzol, com isca de peixe ou carne; as traíras de mais de 1,3 quilograma só costumam atacar iscas em movimento, como as artificiais. Deve-se ter cuidado ao manipulá-la, pois costumam dar mordidas muito dolorosas e que sangram abundantemente. É indesejável em piscicultura, pois alimenta-se vorazmente de alevinos e peixes jovens de outras espécies. Tem marcada predileção por sombras e escuridão. É um peixe territorialista e canibal; protege suas crias até que se espalhem em meio a vegetação marginal.
Devido às características carnívoras e à sua predileção pelas sombras e escuridão, o vocábulo "traíra" também é utilizado como gíria no Brasil para identificar o indivíduo "traidor e que vendeu a alma para o Diabo" segundo Delta La Rousse, que age nas sombras do Inferno a puxar os incautos segundo Povo brasileiro o Diabo em Pessoa, sendo diferente da Piranha que anda em bandos a traíra é solitária - terrorista e guerrilheira", esse "Lobo Solitário", sorrateiramente delatando ou "prejudicando seus colegas peixes e ataca o homem e envenenando-o pela infecção generalizada que costuma provocar".
É um peixe voraz, briguento, completamente territorial e muito esportivo. Possui dentes afiadíssimos maiores e piores que a Piranha e todo o cuidado é pouco no seu manuseio, pois além de tudo ela é extremamente lisa e escorregadia.

A traíra está ativa quando a água está quente, com temperatura acima de 18° C. Ela habita locais de água parada e com vegetação aquática abundante. Pedaços de madeira, troncos caídos, latas, são um ótimo esconderijo para as traíras. Nos meses frios se enterram no fundo para suportarem a baixa temperatura da água.
A pesca com iscas artificiais é uma ótima opção para quem deseja capturá-las. Quanto às iscas naturais, pequenos peixes, rãs e minhocas são parte de seu cardápio predileto.
Tanto na pesca com iscas artificiais, ou então com as tradicionais varas de bambu, um líder grosso ou um empate de aço são recomendados, pois seus dentes são muito afiados. Se você estiver pescando com anzol simples, este deve preferencialmente ser de perna comprida, pois é uma segurança a mais.
As traíras podem atingir aproximadamente 60 centímetros de comprimento e 4 quilogramas de peso. Não se deve confundir a traíra com o trairão (Hoplias lacerdae) da Amazônia, que pode chegar a um comprimento de 1 metro e atingir um peso de até 18 quilogramas.
Nomes populares

peixe de água doce chamado Traíra é conhecido popularmente como Lobó e Traíra.

Nome científico

Hoplias malabaricus.

Distribuição geográfica

Sua espécie é distribuída em  todo território nacional.

Habitat

A Traíra habita águas paradas de lagos, represas, brejos, remansos e rios, tendo preferência por barrancos com vegetação, onde espreitam e emboscam suas presas.

Alimentação

A Traíra é um peixe carnívoro, alimentando-se de pequenos peixes, rãs e insetos. Espera a presa imóvel, junto ao fundo de lama ou em locas de pedras, desferindo um bote rápido e fatal.

Reprodução

Na época da reprodução, as traíras se reúne em casais e preparam o lugar da desova.

Características     

A Traíra é um peixe de escamas. Possui corpo cilíndrico, boca grande, olhos grandes e nadadeiras arredondadas, exceto a dorsal. Sua coloração é marrom ou preta manchada de cinza. Possui dentes poderosos e afiadíssimos. Sua língua é áspera ao tato, o que a diferencia do trairão, que apresenta a língua lisa. É um peixe utilizado em açudes e represas como controlador de populações demasiadamente prolíficas, como tilápias e piabas. Tem alta resistência a locais com pouco oxigênio. Apesar do excesso de espinhas, em algumas regiões é bastante apreciado como alimento.  Pode atingir 60 cm de comprimento e 4 K de peso.

Nenhum comentário:

Seja você também seguidor do blog mais acessado de Presidente Médici-MA.