Blog totalmente gospel de Presidente Médici-MA

NÃO É SÓ O ABANDONO DO MERCADO PREFEITA! O POVO ESTÁ MORRENDO DE SEDE, CADÊ A ÁGUA?

Coma a palavra a Prefeita Élia

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Após ser espancado por detentos, #assassino da Mônica, é transferido da Delegacia Regional de Zé #Doca para #Governador Nunes Freire

IMG-20141213-WA0009
“Leleu” foi transferido da Delegacia Regional de Zé Doca para não ser morto por outros detentos
O acusado confesso Werbert, vulgo “Leleu”, foi transferido às pressas para a Delegacia de Polícia Civil de Governador Nunes Freire. “Leleu” é acusado ter de estuprado e matado a professora do município de Maranhãozinho, Mônica de Sousa Barros, 22 anos, na última quarta-feira, 10.
De acordo com informações obtidas pelo blog, o acusado foi espancado por outros presos. “Esse tipo de crime é repudiado dentro das cadeias. Se ele continuasse na regional, ele seria morto de forma cruel”, conta o Delegado Regional Dr. Jader Alves.
Dr. Jader Alves informou ainda que para manter a integridade física do acusado, foi necessário a transferência, como medida protetiva ao detento. Haja vista, que outros casos com morte já aconteceu na Delegacia Regional de Zé Doca. No mês de outubro, presos torturaram até a morte um detento acusado de estupro. (VEJA AQUI).
Ainda segundo o Delegado Regional, “Leleu” respondia anteriormente por outros crimes todos contra mulheres, sendo uma tentativa de homicídio e um estupro.
Do blog Maycon Alves

Pelo fim do patrimonialismo na administração pública

Hoje na Gazeta do Povo

Talvez seja o próprio controle popular, da própria sociedade, que será o fator decisivo para a grande mudança que ainda ocorrerá na administração pública brasileira
Parentes de políticos sem qualquer preparo sendo escolhidos para cargos de confiança importantes na administração pública, ou passando em concursos públicos de credibilidade discutível; empresas financiadoras de campanhas eleitorais vencendo licitações duvidosas, uso de verbas públicas para uso próprio ou para financiamento de campanhas; utilização de empresas e ONGs fantasmas para parcerias criminosas com o poder público. Todos exemplos atuais de patrimonialismo.
No patrimonialismo, os governantes consideram o Estado como seu patrimônio, havendo uma total confusão entre o que é público e o que é privado, o que foi uma característica

Apertem os cintos, a presidenta do Brasil sumiu

Josias de Souza – A dezoito dias do recomeço, o governo enfrenta um enorme problema. A encrenca tem nome e sobrenome. Muitos chamam de Graça Foster. Se estivessem corretos, a solução exigiria um simples movimento de mão. E custaria a tinta da esferográfica e a folha do ato de exoneração. Mas estão enganados. Chama-se Dilma Rousseff o problema do governo.
Acaba de ser reconduzida à poltrona de presidente da República como solução dos 54 milhões de brasileiros que a elegeram. Porém, quando se imaginava que fosse dirigir os rumos do país nesta ou naquela direção, a Dilma resoluta da campanha, 100% feita de João Santana, sumiu. Por pressão, não por opção, Graça logo passará. O problema, não.
No futuro, quando puder falar sobre os dias atuais sem uma camada de óleo a turvar-lhe a vista, a história dirá que o Brasil atravessou mais um desses momentos de transição que fazem a nação evoluir, ainda que aos trancos. Pouca gente notou, mas estão em curso transformações profundas.
A Petrobras, como se sabe, afunda. E junto com ela podem ir a pique:
1. O presidencialismo de cooptação, que submete estatais e repartições públicas à pirataria partidária.
2. O modelo de contratação de serviços e obras públicas, baseado no critério único do ‘quanto eu levo nisso?’
3. As velhas desculpas esfarrapadas —como “eu não sabia”, “doa a quem doer” e “cortar na própria carne”.
Com dezenas de parlamentares imersos em óleo queimado, o Legislativo está prestes a virar delegacia de política. O Judiciário, já entupido de processos, se manterá ocupado tentando

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Marina Silva entra na lista das mulheres mais influentes do mundo do Financial Times


Com 22 milhões de votos, a terceira colocada nas eleições presidenciais brasileiras, Marina Silva, entrou na lista das mulheres do ano do Financial Times, jornal mais influente no mundo econômico.
Marina Silva é uma das ‘Women of 2014′ e faz companhia Joanne Liu, presidente da Ong Médico Sem Fronteiras, Ana Botín, presidente do Banco Santander, Arundhati Bhattacharya, primeira mulher à frente do Bank of Índia e Kim Kardashian, celebridade americana.
Marina aparece na primeira página do Financial Times neste sábado (13). Em reportagem, ela comenta os mentirosos ataques que sofreu, chamados de falácias pelo jornal britânico, durante a campanha eleitoral. “Foi um processo de desconstrução, não só para ganhar a eleição, mas de destruir a pessoa, para aniquilar ele ou ela”, disse.
Marina também comentou o atual escândalo de corrupção, o da Petrobras. “Os nossos partidos e instituições públicas estão seriamente comprometidos com a corrupção”.
A ex-ministra do meio ambiente ainda falou do papel da mulher na sociedade. “A maioria das mulheres sofre para obter o devido reconhecimento pelo seu trabalho”, diz. “O feminino evoca a noção da capacidade de colaboração, a integração. O que é certo é contribuir da maneira que nós somos.”
Perguntada pelo matutino sobre a sua trajetória de vida, Marina afirmou que sempre diz “que eu era analfabeta até os 16 anos, mas já tinha um PhD nos caminhos do mundo”.
Marina também entrou na lista dos 100 brasileiros mais influentes do Brasil da revista Época. Ao blog, a ex-ministra enviou um poema após as eleições. O título? “Brasil sonha dor”. Leia aqui.

domingo, 14 de dezembro de 2014

#Concurso Prefeitura de #Parauapebas – PA, 1.311 vagas em diversos cargos de todos os #níveis de escolaridade. As #inscrições já estão abertas.

Concurso Prefeitura de Parauapebas   PA 2014
 Prefeitura de Parauapebas-PA lançou 2 editais através da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa – FADESP visando o preenchimento de 1.311 vagas. As oportunidades são para todos os níveis de escolaridade, sendo que um edital há vagas de nível fundamental, médio e técnico e no outro edital as oportunidades são para cargos de nível superior. A remuneração para os cargos varia de R$ 1.091,46 a R$ 5.537,88.

Vagas

Um dos editais abrem 1.109 vagas em cargos de nível fundamental, médio e técnico. Estas vagas são para os cargos de Agente de Combate às Endemias, Auxiliar Administrativo, Eletricista, Técnico de Enfermagem, Técnico de Enfermagem do Trabalho e Técnico em Segurança do Trabalho. A remuneração para estes cargos varia de R$ 1.091,46 a R$ 2.070,91.
Já o outro edital oferece 202 vagas em cargos de nível superior. Estas vagas são para

sábado, 13 de dezembro de 2014

Marina Silva é eleita 'mulher do ano' por jornal britânico. Ela perdeu ganhando, enquanto isso Dilma ganhou perdendo e mentindo muito.



Marina Silva é eleita 'mulher do ano' por jornal britânico (Foto: reprodução)
Marina Silva é capa do jornal britânico Financial Times como A Mulher do Ano. No artigo, um perfil superelogioso dizendo que ela é "uma idealista de verdade". Lê-se nas entrelinhas que Dilma foi uma ganhadora-perdedora das eleições. Ela está ao lado de outras 14 personalidades como Hadiza Bala Usman, ativista da campanha Bring Back Our Girls; a tenista Serena Williams, a professora Mary Beard, que combate a trolagem sexista nas redes sociais, a presidente da ONG Médicos Sem Fronteiras, Joanne Liu e Amal Clooney, a advogada mulher de George Clooney. O jornal diz que Marina venceu a batalha contra a pobreza ao ir do analfabetismo a duas eleições para a presidência do Brasil. Ela diz que o maior tesouro do Brasil não é o pré-sal, mas as 38 tribos indígenas que ainda não entraram em contato com a civilização na Floresta Amazônica. O jornal também diz que há poucos políticos com uma concepção tão moderna quanto Silva. Ela também comenta os ataques que sofreu do PT durante a campanha eleitoral, quando foi taxada desde de representante dos bancos a alguém que acabaria com o programa Bolsa Família. "Foi um processo de desconstrução, não apenas para ganhar a eleição, mas para destruir a pessoa, para aniquilar ele ou ela", disse.

O assassino da Mônica já estava respondendo em liberdade pelo crime de estupro e foi Preso em Santa Luzia do Paruá

Informações Blog do Luís Magno
Hoje pela manhã a Policia de Santa Luzia do Paruá capturou o responsável pela morte da jovem de 22 anos, identificada como Mônica Sousa e que foi achada as margens da BR 316 em Presidente Médici, a vitima residia em Maranhãozinho e segundo familiares havia se dirigido anteriormente a cidade de Zé Doca para efetuar um saque de valor elevado.
O assassino atende pelo apelido de Lêleu e já estava respondendo em liberdade pelo crime de estupro, atualmente o mesmo retornou à Santa Luzia do Paruá onde estava residindo atualmente por alguns dias no Bairro Novo na casa do pai, segundo alguns ex-colegas o mesmo tem uma personalidade fria.
A policia chegou ao suspeito através de denúncias envolvendo o veículo usado pelo mesmo, um Celta cor preto locado, que o assassino havia locado inicialmente
para fazer linha entre os municípios da região. 
O responsável pela locação do veículo se diz surpreso com o acontecido não podendo esperar que isso viesse a acontecer.

Seja você também seguidor do blog mais acessado de Presidente Médici-MA.